12/06/13

Reflexão: Examinemos os nossos corações


Enganoso é o coração, mais que todas as coisas, e desesperadamente corrupto, quem o
conhecerá?
Jeremias 17:9

É de notar que o coração no Antigo Testamento é mais que a sede de emoções. Representa a
base do carácter, incluindo a mente e a vontade.

Visto que este povo se aproxima de mim e com a sua boca e com os seus lábios
me honra, mas o seu coração está longe de mim (...)
Isaías 29:13

Deus deseja expressões de devoção que saiam do coração e odeia rituais vazios. Rituais rotineiros cheios de sabedoria humana, sabedoria que Deus destruirá (I Co 1:19,20) embora tenham aparência de sabedoria
(Cl 2:20-23). Deus aceita o culto prestado de acordo com a sua vontade revelada na
escritura, não realizado segundos os ditames do arrogante capricho humano.

Estou eu prestando culto só de lábios? Está o meu coração a ser enganoso? Vejamos - Porque
do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos
testemunhos, blasfémias (Mt 15:19). O coração é desesperadamente corrupto. Vejamos:
- Homicídios - matamos com palavras, gestos, desprezo, desamor;
- Adultérios - adulteramos em relação a Deus, amando a nossa vida e o mundo, prostituindo-nos com o que no mundo há.
- Furtos - roubamos a Deus tempo de oração, louvor e gratidão; roubamos amor e dedicação
aos irmãos; roubamos salvação ao incrédulo não o admoestando;
- Falsos testemunhos - vemos as coisas de modo que nos convém, levando a falsas interpretações de palavras ou atitudes e logo a mentir;
- Blasfémias - adulteramos a palavra de Deus de modo a servir o fim em vista.

Ouçamos a voz do Senhor: Buscai-me e vivei a ainda (Amós 5:4).
Buscai-me-eis e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração (Jr 29:13).

Raquel Andrade
Pediatra

Outros links: